domingo, 19 de junho de 2011

           COMO MEDIR?


      Qual o limite?
      Entre o amor e o ódio,
      Entre a dor e o prazer,
      Entre o sofrer e a alegria?
      Da lucidez à loucura,
      Do sonho ao delírio,
      Da maldade, a inocência?
      Qual será o limite?
      Do poder, da ambição, da destruição?
      Qual será a hora de parar,
      Se olhar e olhar para o irmão?
      Que está no seu limite,
     
      Do desamor,
      De dor,
      De sofrer,
      De lucidez,
      De abandono,
      De desilusão,
      Da esperança.
      Da perseguição.
      Que está no seu limite
      Do contido grito,
      Engolidas lágrimas.
     
      Se fazer desentendida?
     
      Qual será esse limite?
      Entre seu prazer e o sofrer do irmão...

     Rosa Negra- Rosabgontijo-12/10/2007