quinta-feira, 23 de junho de 2011

                 PAI ETERNO

         Quando havia festa na Igreja
         Meu coração transbordava de amor.
         Ia para bem perto do altar,
         Via a Glória do PAI, anjos, santos...
         Respirava fundo o incenso,
         Ouvia os sinos tocando,
         Atenta ao sermão do padre,
         Meu coração aos saltos,
         Sentia a presença de Deus,
         Tão junto de mim,
         Que minhas lágrimas escorriam
         Grossas e silenciosas pelo meu rosto.
         Voltava para casa, quase em transe,
         Vi! Deus me visitou e ainda estava em mim!

         Rosa Negra- Rosabgontijo- 23/03/2011