sábado, 3 de dezembro de 2011

RECORDANDO

Onde estão os natais que vivi?
Na memória da criança
Que ainda existe em mim.

Esperando pelo dia de viajar...

Onde está meu pai, para me colocar no trem?
Onde está minha mãe, para advinhar meus sonhos?
Os braços do meu avô para me tirar pela janela?
Os de minha avó para me abraçar?
Meus tios trazendo brinquedos?
Meus primos queridos?
Minha tia alegre, sorrindo, tão linda!
Onde está a arvore de natal, tão pequena,
Em cima da cristaleira? Nada mais vejo!
Nem sala, nem a casa,
Nem a rua quero olhar!
Nem o quintal, e o luar!

Apagaram as luzes das vitrines!!!
Onde está a menina, de cabeça molhada,
Andando pelas ruas, encantada,
Com as musicas natalinas?
O presépio, na casa de Deus,
Onde minha avó me levava...
O terço, onde meu pai sempre ria,
De tantas graças que minha avó pedia?
Onde está a alegria? Que a menina guardou?
E a hora da ceia, que sempre perdia,
Que minha avó prometia sempre me acordar!
E nunca acordou...

Cadê o outro dia? A minha tia?
Cadê a minha tia?
Que vento levou?
A reunião na cozinha, a alegria,
Por que acabou?
Os ladrilhos, que tanto olhei, até decorei...
Cadê meus presentes, que meus pais compraram?
Cadê os meus sonhos?
Onde foi parar minha infância?
Que eu tanto guardei, quem levou?
Por que o tempo passou?
Cadê o meu pai,que era Noel?
O MENINO JESUS ficou!


Menina, acorde!
Monte a árvore,
O presépio para seus filhos!
Sua hora chegou!

Rosa Negra- rosabgontijo-03/12/2011