terça-feira, 5 de abril de 2011

                         A MENINA DA ROÇA


                    Já era quase noite
                    Quando a menina chamou.
                   
                    Atravessou o bambuzal,
                    Atolou no barro suas botinhas,
                    Pulou cercas, desceu no quintal.
                 
                    Chegou tímida e linda!
                    Cabelo trançado, toda enfeitada, vestido bonito,
                    Prendedores de cabelo, lábios vermelhos de batom.
                    Fazia pose para as fotos que batia.

                    Voltou correndo para casa
                    Atravessou o escuro sem medo,
                    Abriu porteiras, seguiu correndo feliz
                    Logo depois a tempestade começou.

                    Ela nem ouviu a chuva forte caindo
                    Relâmpagos, raios, trovões
                    Pensava só nas fotografias...
                    
                   Rosa Negra- Rosabgontijo-19/01/2007