domingo, 17 de novembro de 2013



 





















CLARIDADE

Bendita seja a doçura do seu mel
Na mansa voz há paz
No caminhar esperança
Engrandece na simplicidade
Luz na aurora que desperta
Entre os animais se aninha
Torna-se veludo mãe
Na escura noite é luar
Nas manhãs verdejantes floresce
Clara flor de muita alvura
Veio com serenas almas
Nas clausulas das brancas pétalas
Nas flores da cor do sol
Estrela do mar distante
Doce água que desliza errante
Leve onde for o amor
Nos abraços que se abrem
Matizes perfumes bálsamo para dor
Alegria dos meus olhos
Com um sorriso encantador

Para minha filha que faz aniversário
dia 16/11
Rosângela Brasil Gontijo